Cuidados com o bebê – Casa segura bebê seguro

Depois da chegada do bebê em casa ainda há muitas coisas para se pensar e preparar. Além de  cuidar de toda parte de vestuário e decoração (que por sinal é mais gostosa) é necessário que se faça algumas adaptações para garantir que seu filho cresça com toda a segurança necessária.

A partir dos oito meses de idade o bebê já começa a engatinhar. A partir deste momento ele começará a explorar um novo mundo que existe em sua volta. Assim, é necessário que nesse momento se repense em certos pontos da residência que podem oferecer riscos para os pequenos.

Siga algumas dicas importantes:

Portas:

Use protetores de porta, de espuma ou borracha, para evitar que elas fechem e prendam os dedos da criança. Se não encontrar, improvise com um tecido atado às maçanetas, que impeça a porta de fechar.

Eletricidade:

Cubra tomadas com protetores.

Esconda fios elétricos atrás dos móveis.

Mantenha aparelhos como secadores de cabelo, torradeiras e outros eletrodomésticos fora da tomada e longe do alcance da criança.

Evitar quedas:

Nunca deixe o bebê sozinho em cima de camas, sofás, cadeirões, trocadores ou qualquer superfície alta.

Instale telas de proteção em janelas de apartamentos e sobrados.

Se possível, instale portõezinhos removíveis no alto de escadas.

Se as grades de janelas ou proteções de escadas tiverem vãos de mais de 10 centímetros, coloque telas protetoras.

Território proibido:

Facas, objetos frágeis que se quebram, panelas pesadas e outros itens perigosos devem ficar fora do alcance da criança.

Controle o acesso a áreas perigosas fechando as portas ou usando portõezinhos removíveis.

Feche armários com materiais perigosos com chave ou trancas especiais, ou improvise uma trava com barbante ou corrente que a criança não possa soltar.

Coloque a lata de lixo em um lugar pouco acessível ou use latas que sejam difíceis para a criança abrir.

Evite usar toalhas de mesa. Seu filho pode puxá-las e derrubar alimentos quentes em cima de si.

Móveis:

Verifique se móveis altos e pesados estão bem fixos e firmes.

Parafuse estantes à parede para elas não virarem. Prefira gavetas com trava, que não se soltem se forem puxadas.

Mantenha aparelhos pesados como a TV em móveis baixos, e empurre-os para o mais longe da borda possível.

Luminárias que não forem muito firmes devem ser colocadas atrás de móveis como sofás, para não virarem.

Evite envenenamentos:

Tire produtos de limpeza, remédios, perfumes, inseticidas e outros produtos tóxicos do alcance da criança.

Lembre-se de que sua bolsa (ou a de uma visita) pode conter remédios e outras substâncias perigosas. Não a deixe ao alcance do bebê.

Não use recipientes de bebidas ou alimentos para guardar produtos de limpeza.

Banheiro:

Restrinja o acesso do bebê. Crianças pequenas podem se afogar em poucos centímetros de água, como a da privada ou de um balde.

Brinquedos seguros são os que:

Estejam bem montados e em boas condições de conservação.

Não tenham botões, rodas, fitas, olhos e outros itens que possam se soltar e ser engolidos pelo bebê.

Não sejam pesados demais (se o brinquedo é capaz de machucar o bebê se cair em cima dele, é porque é pesado demais).

Não tenham cordões de mais de 30 cm de comprimento.

Sejam adequados à idade e ao desenvolvimento físico da criança.

Não possam ser enrolados no pescoço do bebê.

Água

Não deixe o bebê sem supervisão nem por um instantinho perto da piscina, na banheira ou em qualquer outro corpo d’água.

Para ficar mais tranquila, instale cercas de pelo menos 1,2 m de altura em volta de piscinas.

Não deixe água em baldes ou outros recipientes ao alcance do bebê. Ele pode perder o equilíbrio e cair dentro do balde.

Janelas

Corte ou amarre cordões de cortinas e persianas, pois o bebê pode se enrolar no pescoço.

Cole adesivos ou fitas de cores fortes em portas de vidro. Lembre-se de que essas marcas têm de ser feitas na altura dos olhos da criança.

Mantenha o bebê longe de janelas abertas.

Instale redes protetoras em varandas e janelas.

Mesmo que haja redes de proteção, ensine desde cedo ao seu filho que janelas são perigosas, e não o segure “apoiado” na rede de janelas e varandas para olhar a rua.

Simples prevenções podem garantir a segurança do seu bebê e sua tranquilidade para curtir uma das fases mais gostosas do seu filho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s