Proibição do Parto humanizado, você é contra ou a favor?

Enquanto a nova lei que dá direito as mães a terem seis meses de licença maternidade ainda engatinha em passos lentos, outra polêmica está em pauta no momento: A proibição do parto humanizado pelo Conselho Regional de Medicina.

Para o Cremerj o parto humanizado (feito em casa) pode colocar em risco a vida das mães e filhos.

Os médicos diante essa decisão estão proibidos de realizarem esse procedimento longe dos hospitais, assim como a proibição das doulas, mulheres que auxiliam as mamães na hora do parto e que são apoiadas pelo Ministério da Saúde que oferece cursos de capacitação para essas profissionais.

O Ministério da Saúde garante também a grávida o direito de ter o acompanhamento de uma pessoa durante o processo do parto.

Segundo Luís Fernando Moraes, do Cremerj – Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro – “Eventualmente as complicações são muito graves e necessitam de poucos minutos para a solução. Isso pode ser responsável pela vida ou não daquele feto. Pela sequela ou não daquele bebê. Pela hemorragia que pode vitimar aquela mãe”.

Diante toda essa polêmica fica uma questão no ar: As instituições tem o direito de interferir na decisão dos pais sobre qual a melhor forma de trazer seu filho ao mundo?
Dê sua opinião sobre esse assunto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s