A dieta pode desempenhar um papel importante na qualidade do esperma


Um estudo  espanhol descobriu que manter uma alimentação balanceada, pode afetar, de forma positiva, a fertilidade masculina.

Os pesquisadores  constataram que os homens que comem mais frutas e verduras, ricos em antioxidantes, possuem um esperma de melhor qualidade.

Mel de abelha, grãos como soja e amêndoa, frutas, principalmente as vermelhas e vegetais de cor verde escura, são considerados aliados do homem que busca ter filhos.  Na hora de montar o prato, evite  carne  vermelha e leite. Segundo pesquisas, eles reduzem a fertilidade masculina.

Praticar regularmente exercícios físicos e mudar alguns hábitos alimentares é uma ótima maneira de preservar a saúde do coração e ainda diminuir o risco de uma possível deficiência reprodutiva.

Cuide-se bem, regule sua dieta e fique em dia com a sua saúde.

Decoração Infanto Juvenil

O seu “bebê” está crescendo e passando por várias transformações? Então saiba que agora é o momento dessas mudanças se expandirem para dentro da decoração do quarto dele.

Se na sua infância você queria viver em um conto de fadas, por que não dar esta oportunidade ao seu filho ou filha?

Para obter um bom resultado na nova decoração, envolva-o no projeto. Afinal, é ele quem mais tempo vai passar no seu novo quarto. Permita que seu filho opine e respeite seus gostos e vontades. E lembre-se: a segurança da criança e o seu bem-estar diário neste espaço devem ser prioridades.

Detalhes são os grandes responsáveis por conferir beleza e modernidade ao arranjo de um local. Portanto, invista em acessórios alegres e até mesmo curiosos. Quadros coloridos e divertidos murais de fotos são ideais para deixar o quarto do jeitinho que a sua princesa ou príncipe merece.

Caixas organizadoras com formas e motivos inusitados e cabides decorados podem estimular a organização da criança. Ao escolher as cortinas, prefira os modelos de tecidos leves e claros, eles permitem a entrada de luz natural.

Outra dica bacana é pendurar nas paredes dos quartos os desenhos feitos pelos pequenos. Com isso, desde cedo você estimulará o artista que já existe dentro dela.

 

 

Banho de Balde

Trocar a banheira por um balde virou mania entre as mamães. Bastante usada na Inglatterra, a técnica é reconhecida por acalmar os bebês, reduzir as cólicas dos recém-nascidos e ainda deixar as noites de sono mais tranquilas.

Algumas mamães ainda torcem o nariz para a ideia, mas o fato é que os pequenos se sentem mais confortáveis dentro do balde, isso por que o  formato da peça se assemelha ao do útero materno. Além disso, a posição que a criança fica é apertadinha e aconchegante.

Especialistas recomendam que o banho comece a ser dado a partir dos 3 meses de vida. Com esse tempo a criança já está mais ‘durinha’ e os papais, principalmente os de primeira viagem, já possuem habildade suficiente para banhá-los sem o risco de machucá-los. Independente  do tamanho do bebê, a quantidade de água deve se limitar à altura dos ombros da criança.  

Lembre-se de sempre manter uma mão no pequeno. O mesmo vale até para as banheiras.

Durante o banho não estranhe se o seu filho pegar no sono, o relaxamento é tanto que a criança corre o risco de até dormir. 

Leitura para grávidas

o

A maioria das mamães tende a ficar inseguras durante a gravidez. Dúvidas geralmente embalam os nove meses da gestação. É um tal de querer saber o que anda acontecendo dentro da barriga, quais cuidados deve-se tomar nos primeiros dias de vida da criança, como banhá-lo pela primeira vez e entre outros.

E para esclarecer todas as questões e se inteirar cada vez mais com o universo dos bebês, livros são ótimos aliados. Confira algumas dicas de leitura:

“O que esperar quando você está esperando” (Heidi Murkoff e Arlene Eisenberg): o livro traz informações sobre parto, estilo de vida dos futuros pais, planos de pré-concepção, sexo durante a gestação e dicas práticas para conviver com os sintomas comuns e aqueles não tão comuns na gravidez. É um guia completo para a gravidez, com respostas tranquilizadoras aos futuros pais, desde a fase do planejamento até o pós-parto.

“Segredos de uma encantadora de bebês” (Tracy Hogg): um livro prático repleto de programas de educação que ajudam os pais a lidar com seu bebê, respeitando seus horários e suas vontades. Com esta obra a mamãe aprenderá a reconhecer os sinais de seu bebê, nutrindo assim suas necessidades com rapidez.

“Nave Mãe”:  narra as descobertas, dúvidas e anseios da jornalista e também autora do livro Tanise Dvoskin. Os textos chamam a atenção pela delicadeza e sentimentalismo empregado. É leitura obrigatória para mamães de primeira, segunda ou até terceira viagem.

 

“Criando bebês felizes”: o livro ensina como conciliar as necessidades do bebê com a vida profissional e a perspectiva de renda maior. O terapeuta e autor da obra Steve Biddulph revela o segredo para a criação de seres humanos mais amorosos e equilibrados.

E vocês, mamães? Estão lendo algum livro? Quais vocês recomendam? Deixe um comentário contando para nós.

Dicas para organizar as roupas do bebê

Durante a gestação, grande parte das mamães ganham e compram roupinhas além da conta. Na maioria das vezes, o bebê nem nasceu e já tem um guarda-roupa absolutamente completo. 

Achar espaço para organizar todas as compras e presentes dentro do quartinho da criança não é uma tarefa fácil. Por isso, hoje o blog dá dicas de como deixar tudo bem arrumadinho.

É importante separar as peças por tamanho e tipo. As roupas que não cabem ainda no bebê, devem ser guardadas no fundo das gavetas ou até mesmo em uma caixa. O ideal é que o local tenha ventilação. Já as roupinhas básicas, que geralmente a criança usa no dia a dia, devem ser colocadas ou penduradas em locais de fácil acesso. 

Não hesite em passar adiante as roupas que não servem mais no seu filho. Guarde uma ou outra que tenha valor sentimental e doe o restante para alguém que precise. Além de ser bonito, o gesto contribui para o ganho de espaço.

Na hora de arrumar o guarda-roupa, não dobre as peças. Faça pequenos rolinhos e compre divisórias para gavetas, elas contribuem para a organização. 

As peças que você pega toda a hora precisam estar sempre ao alcance. As fraldas descartáveis, por exemplo, devem ser retiradas das embalagens e distribuídas lado a lado dentro de uma gaveta. O mesmo vale para as toalhinhas de boca e babadores. Além disso, cestas e caixas transparentes facilitam a organização e ainda colaboram para a decoração do quarto do bebê.

Boa hora para você!

Dicas de moda para gestantes

Engana-se quem pensa que a gravidez derruba todo  o charme  e a sensulidade da mulher. Grávidas são donas de uma beleza ímpar.

Todos hão de concordar que carregar um barrigão não é tarefa fácil. As costas, os joelhos e os pés sofrem bastante durante a gestação. Escolher roupas e calçados certos ajudam a amenizar o desconforto feminino.

Existem inúmeras maneiras de valorizar o corpo nessa etapa abeçoada da vida. Pensando nisso, hoje o blog dá algumas dicas.

Na hora das compras, prefira as roupas confeccionadas em algodão. Nunca opte por tecidos que apertem ou pressionem  a região da barriga.

Para prevenir o aparecimento de estrias e facilitar a circulação do sangue, o uso de lingeries adequadas é indispensável. Aposte em calcinhas sem costura e sutiãs com armação e bojo. Eles garantem o conforto e a sustentação necessária.

Esqueça aquela antiga história de que grávidas não devem usar estampas. Se você não deseja aumentar sua silhueta,  prefira estampas pequenas e delicadas. Se for usar listras, opte pelas verticais.

Para montar uma boa produção, use sempre o seu bom senso. Não use roupas muito maiores que o seu tamanho, compre peças feitas especialmente para grávidas. Batas, vestidos de malha, tops e calças leggings são ótimas aliadas das futuras mamães.

Não é novidade que o preto emagrece, cores escuras dão a impressão de que o corpo é menor. Se esse é o seu desejo, dê preferência aos tons fortes na hora das compras.

Para os pés, passe longe de saltos muito altos, prefira os modelos de até no máximo 3 centímetros. Use e abuse de sapatilhas ou até mesmo rasteiras. Os pés incham bastante durante a gestação, por isso é importante apostar em modelos confortáveis.

Aprenda como colocar seu filho para arrotar corretamente.

Primeiramente, coloque a criança em um dos seus ombros, apoiando o bumbum com o seu braço, no mesmo lado. É importante que ela esteja com a coluna reta e com a barriga colada no seu peito. Para que o ar saia mais rápido, dê suaves batidinhas  ou massageie as costas do bebê. O arroto pode demorar até 20 minutos para acontecer. Durante esse tempo tente outras posições. Colocar a criança sentada de frente para você, sem erguê-la até o ombro, também é uma ótima alternativa.

Caso fique na dúvida se o seu filho arrotou ou não, coloque-o para dormir de barriga para cima. É normal que o arroto venha acompanhado de um pouquinho de leite, por isso tenha uma fralda  ou pano de boca sempre em mãos.

E lembre-se: a ausência do ruído não é motivo de preocupação. Alguns bebês simplesmente não arrotam.